Riscos da poeira no ambiente de trabalho

4242

Todo ambiente de trabalho expõe o empregado a riscos diários. Principalmente nas fábricas, os processos de produção, maquinário e outros instrumentos representam ameaças constantes à saúde das pessoas.

Mas além dos já conhecidos riscos de acidentes, as empresas e indústrias trazem um inimigo muitas vezes invisível aos olhos, as partículas de poeira.

Responsável pelas chamadas doenças respiratórias ocupacionais – doenças originadas ou agravadas no ambiente de trabalho- a poeira é proveniente da poluição do ar, de gases, vapores e outros fragmentos nocivos.

Se inaladas continuamente e sem equipamento de proteção adequado, essas partículas podem afetar as vias respiratórias e atingir o pulmão, ocasionando desde crises alérgicas, como a rinite, até o desenvolvimento de asma ocupacional, câncer e pneumoconioses.

Empresas dos ramos de construção, pintura em pulverização e agronegócio são exemplos de locais de trabalho que submetem os funcionários aos riscos da poeira. Portanto, é indispensável que nesses casos os empregadores realizem manutenções regulares nos sistemas de ventilação e aspiração, assegurem a higiene dos ambientes, e forneçam equipamentos de proteção aos funcionários.

Contando com o auxílio de profissionais da Saúde Ocupacional a empresa garante o bem-estar de seus colaboradores à medida que proporciona um ambiente de trabalho livre de riscos e doenças.

Para saber mais sobre trabalho e segurança acesse o portal da Saúde Ocupacional Brasil.

Por Manoela Campos