As atuais jornadas de trabalho –cerca de oito horas diárias, cinco dias por semana– exigem do trabalhador uma saúde fortalecida e boas condições físicas. Mas, com uma rotina tão corrida e sem muito tempo livre, como os colaboradores podem manter a saúde em dia, sem sacrificar a produtividade? A saída para essa questão está na ginástica laboral.

Caracterizada por uma sequência de exercícios físicos realizados no ambiente de trabalho, a ginástica laboral objetiva melhorar a saúde física e mental dos trabalhadores. As atividades são de curta duração, entre 10 e 15 minutos, e contam sempre com a supervisão direta de profissionais especializados.

Podendo ser realizada no início, meio, ou final do expediente, a ginástica laboral contempla exercícios de respiração, reeducação postural e alongamentos de várias áreas do corpo, como membros superiores, inferiores, tronco, pescoço e coluna. A atividade é uma importante aliada na manutenção da saúde e do bem-estar dos colaboradores de uma organização.

E se você pensa em implantar a prática na sua empresa, ou quer compartilhar a ideia com os colegas de trabalho, conheça algumas das vantagens que a ginástica laboral pode trazer tanto para o corpo humano, quanto para a produtividade e a qualidade do ambiente laboral.

1- Condição física
Se alongar, ou se exercitar ao longo da semana, melhora a condição física do trabalhador, uma vez que, a médio e longo prazo a ginástica laboral tende a aliviar as dores corporais e melhorar a elasticidade dos músculos. Outro benefício para a saúde do colaborador é a redução de doenças laborais como LER (Lesão por Esforço Repetitivos) e DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho).

2- Bem-estar psicológico
Promovendo também o bem-estar mental, a prática alivia tensões emocionais, diminuindo a incidência de doenças psicológicas como depressão e ansiedade, males muito comuns atualmente.

3- Melhor integração e convívio
Quando realizada em duplas ou equipes, a ginástica laboral é uma ótima ferramenta para melhorar a relação entre colaboradores. Sendo um tempo reservado para a descontração e o relaxamento, a atividade proporciona aos trabalhadores um ambiente diferente do corporativo.

4- Fim dos vícios posturais
Por trabalhar músculos e articulações durante o dia de trabalho, os exercícios da ginástica laboral ativam a circulação sanguínea e quebram a monotonia dos movimentos repetitivos, contribuindo para a adequação da postura.

5- Aumento da produtividade
Funcionários que incorporam o hábito da ginástica laboral em suas rotinas, apresentam uma maior resistência física, e, com a saúde em dia, o número de afastamentos e faltas por motivos de doenças e outros males é reduzido.

Com esses apontamentos, foi possível conhecer mais sobre a ginástica laboral e as vantagens que sua prática traz para colaboradores e empresa. Para mais informações sobre bem-estar e demais melhorias no ambiente de trabalho, acesse as outras matérias da SOB (Saúde Ocupacional Brasil).

Por Manoela Campos