No início de outubro, o Comitê Diretivo do eSocial divulgou o novo cronograma para o envio de eventos para o sistema.

A Resolução CDES nº 05, publicada no Diário Oficial da União, alterou a versão antiga com o propósito de trazer melhorias ao processo de implantação do sistema.

Após o encerramento da 1ª etapa, foi possível realizar um diagnóstico com as dificuldades que as empresas enfrentam para conciliar seus sistemas com o novo modelo de informação.

Como resposta ao diagnóstico e às demandas das entidades representativas dos contribuintes, a nova norma expande os prazos do processo de implantação do sistema.

Para as empresas do 1º grupo, que já estão repassando os eventos para o eSocial, não houve alterações, com exceção dos eventos de SST que serão enviados a partir de julho de 2019.

O 2º grupo de empresas do cronograma antigo foi dividido em duas novas turmas.

1º: Entidades optantes pelo Simples Nacional, empregadores pessoa física e entidades sem fins lucrativos;

2º: Demais entidades empresariais com faturamento de até R$ 78 milhões ao longo de 2016.

A classificação das empresas no 2º ou 3º grupo ocorre de acordo com a situação de opção pelo Simples Nacional em 1º de julho de 2018. E empresas que aderiram ao Simples Nacional após essa data serão classificadas no 3º grupo.

Para receber mais atualizações sobre o eSocial continue acessando o portal da SOB (Saúde Ocupacional Brasil).

Por Manoela Campos

COMPARTILHAR
Artigo anterior25/10: Dia do Dentista Brasileiro